domingo, setembro 16, 2007

Pai , partiste num domingo , dia 16 , como hoje.
Fazes-me tanta falta ...
Estou tão triste...

4 comentários:

V disse...

Lembro-me muitas vezes de uma historia que me contaste ao olhares para uma revista com umas mãos lá (se não me enganado chama-se Tabacaria, a revista)... lembro-me de uma vez na brincadeira te me apresentares pelo nome do teu pai como se eu tivesse obrigação de saber... afinal, era o dono da tabacaria de onde saiu o Esteves sem metafísica...

um beijo... e um abracinho

Lina disse...

Olá Ana, não é que te possa por menos triste, nem aliviar um pouco a tua saudade, mas queria dizer que gostei muito de ver ao vivo(RFM)a pessoa que todos os dias leio e que já me fez sonhar e aprender...

A força está estampada no teu rosto.

Um abraço fechado

MiguelGomes disse...

Nada do que possamos dizer pode relativizar a saudade, principalmente porque não sei o que é perder um pai.
A vida tem destas coisas, leva-nos
sempre pessoas que estimamos, mas,
nestes momentos, sobra sempre a
presença de espírito para "acreditar" e perceber que, um dia, todos estaremos juntos.
Assim, não nos fica saudade, mas sim a (tentativa de) serenidade e conforto de os termos conhecido.

Aninha85 disse...

Ola Ana

O meu nome tb é Ana.. Vim aqui parar pp sou fã da Mafalda há pouco tempo... Estou a adorar o teu blog..
Também já perdi o meu pai... é uma dor muito grande... Tive q ser a força e suporte da minha mãe e mana mais nova q eu 4 anos... Mas foi ha quase 11 anos quando isto aconteceu (tinha apenas 12 anos), que descobri uma grande força para superar tudo... Acredito muito em Deus.. E acredito na vida. As musicas da Mafalda também me ajudam muitoo.. Hoje faço parte de um projecto missionário que desenvolve trabalho em Portugal e Africa. E é ao ajudar estas pessoas que a força aumenta nos dias em q me sinto mais triste. Nunca desistas.

Beijinhos e até um dia... :)