domingo, maio 25, 2008

Arrancado cá do fundo

24 de Maio é uma data que tento sempre apagar da minha memória , mas sobretudo do peso que ela deixa no meu coração , por tudo o que poderia ter sido diferente , por causa daquela maldita vacina que era suposto ser administrada aos seis meses de idade , mas que dadas as circunstâncias alguém me devia ter alertado para não o fazer enquanto se tentava perceber o que se estava a passar com o meu menino.

A vacina foi administrada e as consequências foram quase imediatas.

Não me culpo pelo sucedido e não choro por tudo o que aconteceu em seguida.

Dou graças ( seja lá ao que for ) pela força do Mário e por tudo o que ele me tem ensinado.

O meu menino que nunca ia andar e falar , faz tudo , da forma que encontrou para o fazer. E está um homem , quase com 18 anos.

E ontem , voltei a acreditar que tudo é ainda possível. E tudo , é voltar a ter fé que a vida pode melhorar. Basta querer muito , mesmo que nem sempre o caminho seja o que entendemos mais correcto e aquele que os nossos princípios designariam. Mas num mundo tão egoísta , chega uma hora em que também temos que o ser , senão chegamos mesmo a perder o respeito por nós próprios , chegamos mesmo a deixar de ser nós , pessoas com espírito.

Obrigada Mário. Obrigada a todos os que ainda acreditam ( vocês sabem quem são:/ ).

4 comentários:

Keratina disse...

Um Ser Maior...

yolanda disse...

Só p deixar um GRANDE BEIJINHO ao Marinho!!!
È admiravel a sua força e coragem!
E a ti Ana, és MÃE c um M GRANDE!!!
Bjs!!

Jana disse...

Tenho um orgulho desmedido em ti!

ines disse...

O mario para mim 'e unico =) e perfeito 'e um grande amigo e gosto muito dele =)
BEijinhos ines*